• anafix

Viabilidade de inovação



Nem sempre é fácil inovar…


No desenvolvimento de uma embalagem, barramos em preço, quantidade, viabilidade técnica, disponibilidade de insumos…no melhor das hipóteses, o prazo.


Mas, como fazer para não perder a oportunidade? É uma idéia brilhante, nova, disruptiva, como garantir que ela aconteça?


Primeiramente, recomendo bons profissionais. Experientes em processos e tecnologias próprias e de terceiros, com visão de futuro e criatividade, capazes de utilizar ferramentas avançadas de inovação, como Design Thinking.


Segundo, tenha certeza de envolver as áreas criativas e de execução. É importante que a agência criativa, equipes externas e a equipe de Operações estejam alinhadas desde o início. Neste quesito, invista em DesignOps, é um conceito muito utilizado na área digital, mas que pode ser implementado em qualquer estrutura de inovação com o objetivo de integrar indivíduos e produzir resultados assertivos.


Terceiro, confie no processo:


No geral, os projetos de inovação de produtos e embalagens em grandes empresas tem um processo muito similar que tem etapas como assessment (avaliação) e viabilidade e tem um ciclo de vida de 6 meses - 1 ano, desta forma, é possível que algo que não poderia ser feito no momento da idéia, possa ser viável para o lançamento. Isso porque, neste período, são feitas pesquisas, contatos com especialistas e um método novo de produção pode surgir. Portanto, não aceite a resposta de que não dá para fazer logo de cara.


Peça uma avaliação e dê tempo para que a resposta seja encontrada.


Não pule etapas.


Quarto, o que você está disposto a abrir mão?


Sua equipe trabalhou duro, desenvolveu protótipos e cenários e chegou a hora de definir qual caminho seguir. No geral, o preço é o maior impeditivo, mas é sempre possível encontrar uma solução dentro dos cenários.


Dica: peça mock-up/ protótipo junto com os cenários. O visual e a interação com o material ajuda na expectativa e elimina frustrações.


Simplicidade


Temos muitas tecnologias, materiais e uma infinidade de coisas à disposição. É comum querer enfatizar um atributo ou benefício do produto, mas tenha em mente de que a diferenciação também pode ser através de algo muito simples, preste atenção no seu público-alvo.


O ponto positivo da simplicidade é que o tempo utilizado na “complexidade” pode ser dedicado à qualidade, atenção ao detalhe e respeito ao consumidor.


Storytelling


Como falado no início, não é fácil inovar, então, o melhor a fazer é desenvolver a idéia com a agência ou sua equipe de design, criando uma história e dando personalidade à sua marca e produto. Seja minucioso nesta tarefa, quanto mais detalhes colocar na história, terá mais confiança no que está desenvolvendo e no que transmitirá para quem se envolver como o produto: de sua equipe até o consumidor final e verá que o que idealizou acabará virando realidade.


E é sempre bom repetir: não pule etapas!



Por Ana Fix

Profissional com mais de 20 anos nas áreas de Design e Produção Gráfica de embalagens, com passagens por empresas multinacionais farmacêuticas, alimentícia e de tecnologia, bem como grandes agências multinacionais do setor no atendimento de contas de grandes marcas. É idealizadora da Fix You Design, agência de gestão de operações de design de embalagens (DesignOps Management), com foco em Design2Print, que une planejamento e técnica na implementação dos projetos de embalagens.